Embargo a Cuba, Islamofobia e bala no Arizona – como serão os EUA no século XXI?

Saiu no Washington Post, Obama aliviará o embargo sobre Cuba.

Mais aeroportos poderão ter voos para a ilha de Fidel (atualmente apenas Miami, Los Angeles e Nova Yorque podem enviar ou receber voos de Cuba) e aumentará o valor de dólares que poderão ser transferidos entre os EUA e cidadãos cubanos sem relação com o Partido Comunista.

São medidas ainda muito tímidas, mas talvez representam uma mudança de visão, afinal, Cuba só não se entregou completamente ao capitalismo por causa do embargo, que facilita o discurso “nós x eles” e ajuda a ditadura castrista. O “comunismo” cubano não duraria muito se hordas invasoras de turistas e de dólares de cubanos emigrados em Miami tomassem conta do lugar. E o fim do embargo seria, na verdade, um rombo no limes cubano.

Mas os EUA estão se tornando um lugar cada vez mais estranho. Voltaram a tentar resolver desavenças políticas à bala (reduzir os eventos do Arizona à insanidade do atirador é diminuir a questão e a loucura do Tea Party e da Fox). E agora há deputados que consideram a liberdade de culto uma ameaça e jornalistas que acham que a Constituição não deve servir a todos os cidadãos!

Esses radicalismos medievais, a redução da classe média e a crescente dificuldade de dialogar vão acabar fazendo os EUA se deslocarem para a América do Sul da década de 1970 (ou voltando a Salem do século XVII – se bem que, será que os EUA saíram de lá?).

Anúncios
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s