Presidente ou presidenta?

Acabei de ver no facebook alguns de meus amigos conversando sobre se o correto é presidente ou presidenta.

Curioso como ainda estamos em ritmo de campanha, né não? Será que esse povo não viu o que houve no Arizona, Estados Unidos? [medo]

O interessante é que se percebe claramente que os eleitores de Dilma tendem a adotar o presidenta sem problema nenhum. Mas os que não votaram nela (ou que migraram da Marina) tendem a considerar ‘presidenta’ uma ofensa à língua pátria (se bem que agora eu acho que ela deveria ser ‘mátria’ 😀 ).

No fundo, o problema não é linguístico, afinal a palavra já está em dicionários e segue a lógica da língua, que não possui a forma neutra e permite a criação de femininos.

A questão, então, é política. Pura e simplesmente política.

Aqueles que não gostam da presidenta (já deu pra ver onde me coloco, né?) ou que acham o ‘politicamente correto’ uma bobagem têm nojo do ‘a’ no final.

Não que a feminilização de palavras tenha grande valor na mudança de atitudes, mas resistir a um simples ‘a’ no final de uma palavra como se seu uso fosse obsceno, mostra o quanto precisamos aprender a aceitar o crescente peso que a diversidade ganhou em nosso país (a diversidade e aqueles que eram os diferentes, desiguais).

Sistêmico demais? Será?

Anúncios
Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Presidente ou presidenta?

  1. “O interessante é que se percebe claramente que os eleitores de Dilma tendem a adotar o presidenta sem problema nenhum. Mas os que não votaram nela (ou que migraram da Marina) tendem a considerar ‘presidenta’ uma ofensa à língua pátria (se bem que agora eu acho que ela deveria ser ‘mátria’ ).”

    É justamente por isso que eu, eleitor feliz e saltitante da Dilma, faço questão de frisar que acho uma bobagem esse negócio de “presidenta”. Como disse no Milton Ribeiro:
    Eu sofria terríveis críticas de feministas por usar “poetisa”. Assim, minha pasmaceira diante de feministas que defendem “presidenta” é indescritível.

    O Falstaff disse tudo. Se é para chamar de presidenta, então que sejamos coerentos.

    Essa luta não é política, é gramatical. A Dilma-fã-de-Bach não vai perder poder ou ser menos representativa da vitória feminina/feminista por torcemos um pouquinho a gramática em nome de uma artificial mutação popular da língua – e olha que sou ferrenho defensor de que a próclise seja tornada “dogmaticamente” regra geral no Brasil. A Dilma-fã-de-Bach vai perder poder se a gente ficar perdido nesse tipo de questão e deixar passar micro-questões mais macro-significativas. E. g., o cada vez mais manifesto preconceito contra uma “sapatona feiosa”.

    • pouco disse:

      O Sérgio Leo, numa postagem que também comentei aqui, lembra que alguns simbolismos acompanham a nova presidenta.

      Penso que o ‘a’ no final da palavra é um desses simbolismos, pois, diferentemente do Milton Ribeiro, entendo que o problema não é gramatical, mas político e simbólico.

      Não conheço a controvérsia quanto ao “poetisa”, não sei que implicações tem, mas no caso do presidenta, o ‘a’ é mais que a imposição de um feminino num antigo termo comum de dois, é a delimitação de um campo.

      Talvez seja a re-edição do velho “eles” contra “nós”. Talvez seja apenas mais um ‘a’ da discórdia, num país em que Eris já é deusa suprema. Mas “eles” e “nós” existimos e é bom reconhecer isso.

      E a presidenta só perderia poder se ela se envolvesse nessa questão… mas ela não se envolverá pois não permitirá que isso se torne uma questão, afinal, para ela já está resolvido… ela é presidenta. Aliás, ela não entrar na discussão e suavemente adotar o presidenta será mais um símbolo de sua segurança.

      Obrigado pela visita e pela opinião!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s